domingo, 6 de janeiro de 2008

Contemplando o fogo

"(...)
Olhando o fogo também pensei em seu poder hipnótico e em como ele devia inflamar a imaginação de quem o contemplava, no tempo das cavernas, e via nele fantasmas e presságios. O fogo era, de certa forma, a televisão da pré-história — com uma programação muito melhor."

Luiz Fernando Veríssimo, em crônica de hoje, no Blog do Noblat (http://oglobo.globo.com/pais/noblat/)

3 comentários:

Leonardo Melo disse...

Salva rapaziada do VQ!
Aqui, Leonardo Melo, da Rede Maré Jovem, complexo de favelas da Mar, RJ: marco presença para saudá-los pelo trabalho, mto bacana!

Abs ao bebeto e Vitor!
Leo Melo

Capilo disse...

Grande Leo,e a vida como anda? E o Se Benze que Dá, quando vai desfilar?
Abração,

Estrela Solitária disse...

Grande Léo!

Está me devendo uma cerveja lá da PUC hein malandro...

E esse bloco aí?

Abração