sábado, 26 de janeiro de 2008

Os escândalos das Prefeituras Fluminenses.

Escândalo nas prefeituras de Magé, Aperibé, Angra dos Reis, Pádua, Paraíba do Sul...

http://odia.terra.com.br/rio/htm/prefeitos_de_mage_e_aperibe_em_inquerito_147422.asp

O detalhe é que todos eles pertencem a mesma gangue política: o PMDB(RJ)




DETALHES MAIS SÓRDIDOS

Só pra gente sacar os detalhes mais sórdidos, vou transcrever o diálogo de uma escuta telefônica onde o empresário André Wertonge Teixeira negocia o aluguel de um tomógrafo por R$ 600 mil com Tico (Adilson Corrêa Teixeira), assessor da prefeita Núbia(PMDB) de Magé, e reclama do secretário de Pádua, Tarcísio Padilha, também acusado de atuar nas fraudes.

André: A máquina custa R$ 300 mil. Ele (Tarcísio) quer R$ 140 mil. No mole. Sem fazer nada. Negócio da China.
Tico: Tá ganhando praticamente todo o dinheiro.

André: Imagina o que ele não ganha em Magé com a prefeita? Falam mal da gente. Mas aqui o cara ganha dinheiro rindo.
Tico: Sem preocupação.

André: É muito dinheiro. Pra mim sobra R$ 6 mil.
Tico: Tá doido. Se aborrecer por causa de R$ 6 mil. O município é pequeno, não tem renda. Não tem porque roubam tudo. Nunca vi isso. Compra a coisa direito e deixa para o povo que paga imposto. Por isso a prefeitura não funciona. É muita gente para roubar.

A secretária de Educação de Paraíba do Sul, Maria Adelaide Capella, pede à empresária Patrícia Gonçalves que mande a cotação por e-mail dos uniformes.

Secretária: Você já mandou a cotação?
Patrícia: Não.

Secretária: Está correndo contra o tempo. Como teve que cancelar a licitação, precisava fechar para ontem.
Patrícia: Manda pro Luiz (Roberto Benevenuto) ou pra mim.

------------------------------------------------------------

Quais serão os candidatos da gangue aqui em Valença, hein? Pense nisso...

2 comentários:

Samir Resende disse...

a *p*o*h*a* do link tá "em completo"

Sugiro procurar linkinho no jornal o Dia de 25 ou 26 de janerão de 2008.

Samir Resende disse...

LINK CORRETO:

http://odia.terra.com.br/rio/htm/prefeitos_de_mage_e_aperibe_em_inquerito_147422.asp