terça-feira, 15 de dezembro de 2009

[Começou a Confecom] - Tocando pandeiro pra maluco sambar?!

Teve início ontem a 1ª Conferencia Nacional de Comunicação, em Brasília/DF, convocada pelo governo Lula e um clamor antigo dos movimentos sociais que ainda acreditam ser Possível vivermos num Novo Mundo de justiça social e igualdade de direitos (será?)

Acontece que, em tempos de tirania da informação e do dinheiro, estes movimentos mal sobrevivem nas grandes cidades e algumas capitais do país. No resto do Brasil, em milhares de municípios-feudos como o nosso, é muito dificil levantar bandeiras progressistas ou até racionalmente humanísticas sem ser tachado de comunista(anticristo*), veado* ou maconheiro*. Não necessariamente nessa ordem.



A ditadura da "midiatrix" impõe a asfixia e impede que Alternativas livres surjam na Cultura Local e coloca para Valença a Questão que não quer calar: não estamos nós, colonizados, "batendo pandeiro pra maluco sambar"? Ou seja, será que estamos referendando por meio de fóruns oficiais controlados as políticas civilizatórias que deveriam nascer livremente do ventre de um povo e nas entranhas do humanismo universal? Em Valença, só nos últimos meses tivemos dois exemplos distintos desta dificil e vigiada"obstetrícia social": As Conferências de Cultura e Cidades.

Aos mais entusiasmados e otimistas, peço fraternalmente que respondam a pergunta com novos fatos, argumentos, exemplos e histórias vencedoras de nossa recente evolução social e pública. Aos anônimos e paus-mandados de plantão, eu peço também fraternalmente uma oração e um Feliz Natal e 2010 de Muita Luz!!!

PS: Não espere ver melhores informações sobre esta importante Conferência Nacional no Jornal da Globo, muito menos na Veja, no Jornal da Band ou da Record. Além de terem abandonado a preparação do evento, estas empresas avaliam que o debate na Confecom está muito "ideologizado". Ideologizado com um pensamento diferente dos seus, que não querem abrir mão de suas privadas concessões públicas e exorbitante lucro financeiro.

*** é óbvio que este vocabulário é um gracejo pra amenizar uma tragédia, pois a realidade concreta dos maiores lutadores pela mudança no mundo é o pau, a cadeia ou a "paz" dos cemitérios! Vide Jesus, Chê, Martin Luther, Antônio Conselheiro e etc. Um claro flagrante de assédio moral e preconceito. Lamentável!!

5 comentários:

Fael disse...

Samir, só fazendo uma correção, a Band participou da Confecon. Inclusive, o representante da Band defendeu a criação de 40 canais a partir dos 10 digitais disponíveis para o governo com destinação para os movimentos sociais. Parece estranho, né, mas eu vi isso no próprio jornal da Band e mais, o Lula junto com o representante da Band bateram feio nas organizações midiáticas que se ausentaram do evento (em especial a globo) e também quanto ao controle da distribuição de TV a CAbo pelas organizações Globo.

Samir Resende disse...

Obrigado pela correção, professor.

Espero de coração que a Confecom mostre mesmo um avanço. Eu boto fé na revolução tecnológica digital, mas ando descrente mesmo é dos homens e mulheres que tomam escolhas.

Enfim...

Samir Resende disse...

E espero sinceramente também que a burguesia nacional, como a Band e o Lula tome jeito e assuma as rédeas deste capitalismo.

Mas acho q o interesse da é 99,9% mercadológico e 0,1% social. Parabéns por estes 0,1%!!!! já é um avanço, antigamente o sistemaacorrentava e espancava!!!!

Anônimo disse...

A mídia não quer discutir seu papel, diz secretário de Audiovisual
Vejam na Agência Brasil:
http://www.agenciabrasil.gov.br/noticias/2009/12/15/materia.2009-12-15.1325783026/view

Fael disse...

Só para esclarecer, eu não quis dizer que porque a Band defendeu uma tese que me surpreendeu ( me refiro aquela referente aos movimentos sociais) que ela não está nisso por interesses mercadológicos. Apenas constatando um fato que me pareceu relevante na discussão deste tópico sobre a Confecon.