terça-feira, 1 de julho de 2008

José Graciosa é coisa nossa!!!



Para aqueles que reclamam que valencianos não fazem sucesso. Este ilustre conterrâneo saiu até na revista Veja (rsrs)


Matéria da Revista Veja desta semana (2/7/08):

"Compraram o Tribunal" (trechos da matéria)

"Documentos apreendidos pela Polícia Federal revelam que os conselheiros do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ) foram comprados por uma empresa de consultoria."

"O grupo mineiro SIM inovou no conceito de corrupção. Já se sabe que a empresa mantinha uma rede de influência em vários tribunais do país para subornar juízes e manipular decisões à base de pagamento de propina. O caso dos conselheiros fluminenses, por enquanto, é apenas o mais edificante. A empresa SIM, de Belo Horizonte, oferecia decisões em tribunais: rede de suborno em Minas, Brasília e no Rio."

"São duas as provas que, segundo a polícia, não deixam dúvida sobre o esquema no TCE fluminense. Como um negócio qualquer, havia uma minuciosa descrição da estratégia para aprovar as contas de Carapebus. Uma carta enviada à empresa por Álvaro Lopes, um político do Rio ligado ao PMDB, detalha uma reunião entre ele e um intermediário com o tribunal. Nela, foi acertada a solução. A SIM precisaria desembolsar 130.000 reais para pagar ao presidente, José Gomes Graciosa, a quatro conselheiros (chamados de "CONS’s" no documento) e a alguns assessores – e garantir a aprovação das contas. Cada conselheiro embolsaria 20.000 reais. Os 30.000 restantes seriam divididos entre os assessores da corte e um "intermediário"."

REVISTAS SOMEM DA BANCA

Apesar das revistas "misteriosamente" terem sumido das bancas de Valença/RJ, ainda contamos com a internet para divulgar:

DOWNLOAD DA REVISTA COMPLETA
:

http://baixandoja.blogspot.com/2008/06/revista-veja-edio-n-2067-02-de-julho-de.html

http://www.baixenamoleza.com/2008/06/revista-veja-02-de-julho-2008-ed-2067-2/

8 comentários:

lotto online disse...

Alla hu akhbar!!!

Samir Resende disse...

Alla hu akhbar!!! [2] pra vc também!

Anônimo disse...

Muito bom o post.

Merece uma materia bem minuciosa do jornal de voces!!!

E esse caso ai é só uma pontinha do iceberg...rs so um municipio do estado do rio de janeiro, que no total tem se nao me engano 90 municipios que com certeza alguns tbm ja tiveram as contas aprovadas a base de propina. Pena que por enquanto so descobriram esse caso desse safado!

Espero que voces divulguem essa noticia no jornal de voces com destaque e não deixem que esses "poderosos" consigam omitir essa informação em valença! como tentaram comprando a Veja como disse o amigo acima.

ahh...para terminar: estou ansioso com essa radio de vcs. qnd vao começar e ter programas?

Capilo disse...

minha dúvida é se realmente as revistas sumiram das bancas. em valença a revista deve chegar nas bancas só hoje (sábado). Vou até conferir.

Até proque acho difícil tirarem a revista de circulação aqui, já que pessoas (também 'influentes') têm muito interesse na divulgação dessa notícia.

abs.

Anônimo disse...

opa, mo legal o blog de vcs

eu gostaria de saber se tenho spaço pra publicar uma resenha q fiz sobre o basquete valenciano (eh uma critica construtiva) no jornal de vcs?

meu msn eh fsouzal@hotmail.com

abaços

Estrela Solitária disse...

fsouzal@hotmail.com,

Claro que há espaço para publicar uma resenha sobre o basquete de Valença. Aliás, muito maneiro o tema.

Envie o texto para valencaemquestao@yahoo.com.br que a gente publica aqui no blog e no Valença em Questão impresso.

Abração,

Bebeto

Anônimo disse...

Caiu a máscara desse pilantra posudo, que protege outros pilantras valencianos como o imprestável do seu irmão, Celsinho Ladrão de Calcinhas, o ladrão do Haroldo Mancebo e o padre Medonho, irmão do Marajá da Alerj que quer ser prefeito aqui também, para criar a maior quadrilha da história de Valença.

Anônimo disse...

É. Realmente. O problema é que em Valença, assim como em outras cidades, a população é "sem-vergonha" em sua maioria, pois não é porque são assalariados que precisam se vender para Mancebo, Graciosa, Padre e Vicente Guedes. E o pior em se tratando do padre: outras pessoas simplesmente não enxergam que embora padre, ele se vende; é um verdadeiro político. Gente podre tem em todo lugar e para eles crescerem depende da população, que pode ser ignorante ou podre como eles. Ta na hora disso tudo acabar. Eu ainda acredito.