quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Noticias da “Rádio Guela” (Rua dos Mineiros)



Venho eu aqui neste espaço, mais uma vez, tecer comentários sobre os comentários que ouvimos nas esquinas da cidade. E, como esse exercício nacional que é o palpite ainda não foi de vez proibido, eu tento de maneira sóbria (menos às sextas-feiras) colocar aqui as minhas percepções.

Ainda em relação ao processo judicial contra o jornal, o que eu escuto da classe média que elegeu o prefeito é que nós “viajamos na maionese” e que temos é uma “rixa pessoal” contra o Vicente Guedes (ouvi este comentário hoje, dentro da Revistaria Vamos Ler, antiga Skimoni, que solidariamente distribui o VQ). Da minha parte eu respondo que minha ´rixa´ não é pessoal, é financeira. Ou a turma “do verde” acha que nós e nossos parentes (principalmente) cavucamos dinheiro no chão para pagar 100 mil dinheiros, por um “erro” que a Justiça disse que não cometemos e que podia ser resolvido com apenas um telefonema?!? Enfim, cansei de explicar que não podíamos nos calar diante desta escrotice e prefiro me ater aos “fatos”.

“Fatos” entre aspas por que aqui em Valença ninguém sabe de nada. O que escutamos são os boatos de sempre ou então a informação veiculada em entrevistas na insossa rádio Alternativa Sul FM. O sítio eletrônico (“saite”) da PMV está fora do ar desde o começo do governo e ainda não consegui ter acesso a nenhum Boletim Oficial. O que eu escuto é que a CEDAE vem pra cá mesmo e que quem “manda e desmanda” na CEDAE é o vice-governador Pezão. É lógico que eu não acreditei nesta estória, assim como não acredito que o Picciani mande nas “firmas” que atuam nas escolas estaduais.

Ainda em relação à vinda da CEDAE, para além da matéria dúbia e maliciosa do Jornal O Globo (cusp!) que vc pode ler AQUI no Blog, parece que o circo vai pegar fogo na próxima terça-feira, quando o CONCIDADE se reúne novamente (para quem não sabe, este Conselho é aquele onde a maioria dos seus diretores foi contra a concessão das águas de Valença no governo passado e apoiaram efusivamente a campanha “do verde” nas últimas eleições).

Outro assunto muito comentado é a notificação sobre a POSTURA do comércio local. Eu particularmente acho que tínhamos mesmo que resolver alguns inconvenientes proporcionados por cadeiras e mesas em certas calçadas e vias, som alto, e etc., mas esta não seria minha prioridade e muito desconfio destes tais “choques de ordem” que determinados políticos gostam de iniciar seus mandatos. Sou muito mais apegado ao debate com a sociedade em busca de ações e pactos consensuados, principalmente quando envolve o sustento de bastante gente.

Ainda tem a questão do “mico” da FACULDADE DE MEDICINA que a maioria da população não sabe o que vai acontecer. Aliás, como as duas maiores empregadoras do município (PMV e FAA) se comunicam mal com a população de Valença! Depois reclamam que o povo só “fala mal”, mas, no nosso caso, nunca se preocuparam em nos procurar para divulgar informações, esclarecimentos, muito menos fazer um anúncio comercial (vejo propaganda da FAA em todo e qualquer pasquim da região e no VQ, que modestamente é bem lido e tanto anda precisando... nada!). Depois é a gente que tem “rixa pessoal”, hunpf!

Por fim, acredito sinceramente que o que falta mesmo é mais empatia, espírito público e menos empáfia aos novos “donos do poder”. Quero ver como vai ser 2009 aqui em nosso feudo. Willian Bonner esta aí nos assombrando e dizendo com aquela cara de marido que a “crise chegou” e Paraísópolis está logo ali. E a gente não diz nada, ou melhor, diz a juventude e a gente pobre, com ódio e dor no coração, que o inferno é que parece ser isto aqui.

7 comentários:

Samir Resende disse...

* Vitor, poderia editar o "link" da matéria nesta minha postagem??

Obrigado.

Fael disse...

É uma coisa impressionante a postura de nossas elites. Eles querem nos sacanear e ainda querem que não contemos pra ninguém, que fiquemos calados. Se for pensar que eles tentaram sacanear um jornal, esta atitude de nos manter calados soa ainda mais absurda.

"deixa se criar"

Soares disse...

Quero rádio goela toda semana!!!!!

Anônimo disse...

A elite anta graciosa e em estado de graça, que se acha superior aos demais, acaba de produzir mais um absurdo ao proibir cadeiras dos bares da Rua da Seresta em Conservatória...É assim que querem retribuir os votos que receberam por lá? É assim que vão fomentar o turismo? Medidas como essa tem que ser discutidas...Onde está o tão propalado triângulo direcionados das ações de governo? Cadê o planejamento, a transparência e a gestão democrática? Acabou com a vitória eleitoral?

Anônimo disse...

ae cambada de babacas...
ordem é pra ser cumprida!!!!!!!!!!!!
O Q VCS FICAM LEVANTANDO BANDEIRINHA NAO VAO CONSEGUIR...SAO MINORIA...
E A ELITE CONTINUA SOBRE NÓS...SEMPRE
NAO TEM JEITO

Anônimo disse...

apoiado anonimo
ordem é pra ser cumprida

Anônimo disse...

ACHO Q VOLTAMOS À DITADURA .A LEI FOI FEITA PARA SER CUMPRIDA SIM,MAS DAQUI À QUATRO ANOS QUEM VAI DECIDIR SOMOS NÓS,O POVO!ESPERO Q O POVO HUMILDE COMO EU,SAIBA ESCOLHER UM GOVERNANTE QUE TRABALHE POR TODOS E QUE PRINCIPALMENTE DÊ SATISFAÇÕES DE TUDO Q ESTÁ SENDO FEITO ,AFINAL DE CONTAS A CIDADE É E SEMPRE SERÁ DO POVO!