quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Poesia // Por Geovane Alves dos Reis

Recebemos a contribuição abaixo para o nosso Blog. O poema é de autoria de Geovane Alves dos Reis, de 14 anos, aluno da Escola Municipal Alcino Francisco da Silva, de Teresópolis. GEovane é autor do blog Palavras do Coração [www.palavraasdocoracao.blogspot.com.br]

Um doce pra quem identificar de que tipo de gente ele se refere.

Raposas e raposinhas

Quatro anos se passaram
e raposa e raposinhas
começaram a sair de suas tocas.

lá vem a raposa tentando roubar o queijo do corvo.
lá vem a raposa tentando roubar uvas da vinha do povo.

Mas o povo não corre para cima das árvores
para fugir das raposas
preferem serem enganados, hipnotizados
depois que as raposas terminam suas caças
elas voltam para as sua tocas
para hibernarem em cima
do dinheiro público.
e as raposas só voltam após quatro anos
enquanto o povo
reclama das uvas roubadas
mas daqui a quatro esquecerão
que são as raposas as verdadeiras culpadas...


Geovane Alves dos reis

5 comentários:

Jaqueline Cristina disse...

Geovane é um adolescente esplêndido que espero um dia poder conhecer pessoalmente.
Ele conseguiu transformar em sátira as eleições.
Maravilhoso!

Evanir disse...

Como estava um pouco afastada estou tentando voltar aos poucos
novamente tentando digerir o desconforto que estou passando no momento.
Eu não posso parar muito menos desistir de lutar como sempre fiz.
E a amizade nos da força sempre para continuar nossa jornada.
Nessa rapida visite convido você a ler minha postagem
também dizer se gostou do novo visual da nossa Viagem.
Lindo final beijos no coração,Evanir.
Adorei seu blog já estou seguindo você.

Anônimo disse...

Geovane já ganhou votos, aos 14 anos. Quando fizer dezoito, é só dizer que ele é a renovação e tá eleito kkkkkkk

helenecamille disse...

Usando uma expressão já não tão atual para os jovens - que existem na velocidade da luz - "Estou bege"! 14 anos de pura criatividade ao escrever esse mix de fábula e realidade, só lendo para crer mesmo. Caramba, temos um Esopo contenporâneo. Parabéns Geovane!!!!!

GEOVANE ALVES DOS REIS disse...

Mas se eu me candidatar a próxima geração poética que vai me chamar de raposa.kkkk