sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Divergências entre vereadores: Felipe Farias X Zan

Ps: Versão Street Fighter

Segundo a ata do dia 16 de agosto de 2010. Passo a passo:

[Felipe Farias] Comentou que teve uma reunião com o diretório do Partido dos Trabalhadores na sexta-feira e ficou surpreso com um ofício que o Vereador Zan encaminhou à direção do Partido, pedindo apoio com relação a sua pretensão de ser Prefeito do Município de Valença. Disse que não viu o ofício, mas acha que o Vereador Zan podia ter conversado com ele, pois trabalham juntos, mas preferiu tomar uma atitude isolada.

O Vereador Luiz Antonio R. Assumpção Filho (Zan) solicitou direito de resposta. Cumprimentou a todos. Falou aos companheiros Vereadores que disponibiliza cópia do ofício que enviou à direção do Partido dos Trabalhadores de Valença, onde solicitou apenas uma reunião e em momento algum mencionou a possibilidade de uma candidatura.

Golpe 1: Tatsumaki-Sempuu-Kyaku ou na sabedoria popular "ratratatugen"

Disse que os argumentos falaciosos já fazem parte do Vereador que usou a Tribuna e mencionou seu nome. Falou ao mesmo que não o procuraria em hipótese alguma, porque existe uma distância abissal em sua maneira de fazer política.

Golpe 2: Hadouken ou na sabedoria popular "raduken"

Disse que não procura Vereador que vota e pede à Câmara que vote contra o povo, em situações como o Pólo Agrícola, CEDAE e Regime Próprio de Previdência. Não procura quem faz esse tipo de política e nem “come em cocho de Prefeito”. Disse que não fica de “pirex na mão” em volta de gabinete de Prefeito.

Golpe 3: Shoryuken ou roriuque

Falou ao Vereador que, quando conquistar sua independência como político, talvez o procure, mas que primeiro precisa procurar meios de ser apoiado dentro de seu partido e não buscar lá
no seu padrinho, no governo do Estado, uma possibilidade de intervenção junto ao partido de Valença para liberar sua candidatura.

Parece que surgiu uma pessoa para jogar na cara a decepção que está sendo a atuação do vereador para aqueles que votaram nele.


4 comentários:

Bebeto disse...

Não sou adepto nem defensor da política praticada/defendida pelo Zan, mas é bom avisá-lo para ter cuidado: é bem capaz do Felipe Farias querer processá-lo, como fez com Danilinho e Ana, exigindo retratação e 18 mil reais de danos morais!

Danilinho Serafim disse...

Mas a nossa vitória nos tribunais foi bem fácil. Dada as limitações da tal figura tanto como advogado quanto como vereador.

Bom que o Zan tá cumprindo pelo menos esse papel de botar esse rapazinho no devido lugar.

Danilinho Serafim disse...

E pela tragédia política que tem sido o mandato do vereador do PT, parece que ele vai ser o primeiro e único vereador da história desse partido em Valença.

Anônimo disse...

O zan foi o Riu (nem me lembro mais como se escreve) ou o Ken? E o Felipe, foi o Bizon? Acho que foi bizonho, quer dizer, Bizon.