quarta-feira, 11 de novembro de 2009

As incongruências do jornalismo engajado


Aqui Lúcia Hipólito diz que o Ministro Edison Lobão deu declarações que atrapalham tudo, que provocam mais confusão (clique aqui). A declaração criticada foi o Ministro ter dito que o que ocorreu ontem nada tem a ver com o apagão de 2001. É claro que não tem nada a ver, diz Lúcia. Agora foi um acidente, em 2001 foi racionamento.

Ué, então onde o erro do Ministro? Diz a Lúcia que, ao enfatizar as diferenças, Lobão quis apenar livrar o governo Lula – livrar do quê se, segundo a Lúcia, o apagão de ontem provavelmente foi fruto de um acidente? Diz que Lobão falou besteira, porque não tem nada a ver.
Daí a gente pula para o G1, o canal de notícias do sistema Globo:

apagao

Clique aqui para a entrevista de Luiz Pinguelli ao Bom dia Brasil. Entrevista cautelosa e técnica do Pinguelli. O ALexandre Garcia levanta a questão dos riscos que o sistema sofre com os índios e com o MST. Imperdível!

Por Luciano Prado

O pior se deu ontem à noite quando a jornalista Lucia Hippolito entrou ao vivo pela CBN/Globo, direto de sua residência para informar ao público ouvinte que o problema do blackout ocorrera porque o presidente Lula autorizara a isenção de impostos da linha branca fazendo com que muitos aparelhos (novos) em funcionamento sobrecarregassem o sistema.

A especialista também alertou para a grave dependência brasileira aos combustíveis fósseis, havendo necessidade de substituição dessa matriz energética.

Já imaginaram, substituir aquele rio de petróleo que move as turbinas de Itaipu por água?

É informação jornalística, de primeira, na veia. Direto da CBN/Globo, a rádio de “troca” notícia.

Comentário

Quando os primeiros comentaristas vieram com essa informação, não dei destaque achando ser gozação. Pelo visto, ocorreu. Quem tiver o link, favor enviar.

Um comentário:

Capilo disse...

Samironga, bom por o credito do blog do Luis Nassif