sábado, 22 de novembro de 2008

Posto bomba

Em edições passadas do jornal Local, foi discutido a questão do uso de postos de gasolina como points de diversão de jovens. O início da discussão se deu a partir de uma carta do leitor João Fontes, que se mostrou preocupado e indignado com o perigo que essa prática pode acarretar. Pessoas fumando no perímetro que é proibido, usando as bombas de combustíveis como mesa para preparar drinks e apoiar copos e garrafas de bebidas, principalmente alcoólicas.

Na madrugada do dia 22 presenciamos algumas cenas da prática citada e tiramos algumas fotos, que pudessem comprovar essa preocupação do leitor do Local, e corroborada por nós. Ao passar em frente, vimos que um carro da Polícia se encontrava no local. Imaginamos que estivesse lá para tomar alguma providência. Mas em poucos minutos saiu e tudo permaneceu como estava. Mais tarde, ao sairmos da Choperia que fica em frente, a situação era pior. Garrafas de vidro no chão, carros passando por cima e quebrando as garrafas. Resolvemos ligar para a polícia e solicitar que algo fosse feito. A ligação foi feita às 3h e 20min da madrugada. O policial disse que imediatamente enviaria uma viatura ao local. Até às 3h e 50min, momento em que saímos, nenhuma viatura havia chegado.

As perguntas são:

- Há mesmo algum perigo nessa prática, ou as pessoas preocupadas estão exagerando?

- Porque os jovens escolhem um posto de gasolina como espaço de diversão?

9 comentários:

Anônimo disse...

Eu acho isso um absurdo. Isso só revela o quanto Valença está carente de lugar para se divertir. Lá não tem nada, nem música (quer dizer, quem vai acaba ouvindo música colocada por outras pessoas).

homem bomba disse...

ah, valença não tem nada mesmo pra fazer, negócio é ir pro posto e encher a cara. Se explodir, melhor que diminui o desemprego na cidade

Marcus "OROCHI" disse...

Realemente é uma situação perigosa isso, ainda mais levando-se em conta o raio de destruição que um posto de gasolina tem quando explode. E como nada explode sozinho e Valença é uma cidade pequena, vai que acontece uma reação em cadeia, um outro posto é atingido... metade da cidade some em um piscar de olhos!

http://chamandocoringa.blogspot.com/

Bola de Fogo disse...

Concordo com o homem bomba. Se a gente não for pra lá, vai pra onde?
Se voces me apresentarem uma alternativa a gente discute, caso contrario não venham com essa se não tem nada de novo para apresentar.

Josué do Saco Grande disse...

Hei Bola de Fogo!

Que tal a Praia da Barra, mó solzão! Vai ficar todo atoladinho!

Ou então vai pra PQP mesmo, ninguém ta aqui pra te apresentar nada de novo não, oh mané! Pelo que eu entendi, o tópico é pra perguntar/alertar dos perigos de fumar/beber perto de uma bomba de gasolina.

Analfabeto Funcional!

Anônimo disse...

O problema de Valença é social... Onde esta o prefeito desta cidade que nao abre os olhos para tal inconsequencia, visto que, a policia ciente do fato, acata e poe em risco a integridade destas pessoas e visinhos ao redor do logradouro.

Anônimo disse...

Boa materia!

sugiro que ela vire uma serie de materias sobre a falta de opçao em valença, e os motivos que certas coisas absurdas como essa do posto nao sao resolvidas.

Eu sugiro a proxima investigaçao:

Aqueles bares no jardim de cima proximos do crasy horse colocam mesas e cadeiras nas ruas da cidade, lugar onde é destinado a estacionamento dos carros!

Outro dia eu fiquei sem lugar para parar meu carro, enquanto que as mesas e cadeiras desses bares tomavam conta de toda a lateral de vagas do jardim, isso sem falar que tambem tinham cadeiras e mesas no passeio dificultando o trasito de pedestres que tinham que ficar se arriscando andando pela rua enquanto carros passavam.

Vendo esse fato comentei com um amigo que eu estava revoltado com isso e que ia reclamar com os PMs, ele me falou que nao ia adiantar nada, pq os PMs recebem propinas desses bares para que eles tenham uma proteçao. Logo entendi pq aqueles bares dominam toda aquela area, tornando ela num caos urbano enquanto varios PMs ficam proximos aos bares e não tomam atitude nenhuma olhando toda essa desordem como se nao houvesse nada de errado.

Vou ficar aguardando ancioso uma investigaçao desse fato pelo unico jornal independente da nossa cidade!

Ahh e Parabens pelo blog, que esta levando assuntos realmente relevantes para as soluçao de problemas da nossa cidade.

Augusto disse...

O pior que aqui não é a primeira vez em que se fala do perigo que isso pode causar e nada é feito, nenhuma autoridade (prefeitura, segurança do trabalho, bombeiros, polícia, sei lá mais quem) se manifesta para tentar resolver o problema. Como na maioria das coisa, só mesmo depois que acontecer o pior é que as pessoas vão consiguir reconhecer o problema.

Isso que relato adiante não vi (embora a fonte seja confiável), mas uma pessoa, já mais pra lá do que pra cá, chegou a pegar uma mangueira de combustível e tirar da bomba, derramando combustível no chão. O que com um cigaro perto poderia ter um efeito devastador. Isso ainda quando o point era no posto JB, no Benfica, que foi o primeiro a ficar cheio de gente bebendo e fumando perto das bombas. Isso acontece não é de hoje...

Observador disse...

Concordo com vocês!

Devemos sim alertar a todos dos sérios problemas ocorrentes na nossa sociedade.

Mas agora deixo uma pergunta no ar... o que fazer pra melhorar as opções de lazer/diversão nos finais de semana?

Acho que geração de renda/emprego é um bom caminho...traz circulação de dinheiro na cidade...

A pouco tempo atrás fiz uma pesquisa entre os menores infratores em nossa sociedade...
O que podemos fazer para ajudar?

Isso de maneira alguma é uma crítica "não contrutiva"... é so a opnião de alguém que está inconformado com a forma de se fazer política na cidade de valença, que por consequência só afunda nossa cidade!